Seguro contra incêndio: entenda todas as coberturas

Contratar um seguro contra incêndio faz parte daquele universo de ações preventivas que tomamos para evitar prejuízos no futuro.Essa proteção contra incêndio nada mais é do que a cobertura base do Seguro Residencial. Essa cobertura funciona para garantir que os danos causados por esse tipo de ocorrência possam ser ressarcidos. Entenda como funciona o seguro contra incêndio e demais coberturas. O que é seguro contra incêndio? O seguro contra incêndio é uma maneira de proteger o seu patrimônio por estar assegurado de possíveis danos causados por fogo. O seguro protege as partes da negociação de prejuízos financeiros que sejam gerados por acidentes envolvendo fogo, raios e explosões. Proprietários e inquilinos não precisam se preocupar com o pagamento dos possíveis reparos ou reformas. Mas é importante contratar um capital que esteja de acordo com os padrões do imóvel segurado. Entenda como funciona o seguro contra incêndio Como mencionado acima, o seguro contra incêndio tem o objetivo de fornecer reparos ou reconstrução para prejuízos causados pelo fogo. Conforme condições contratadas na apólice e após a vistoria, serão fornecidos os serviços disponibilizados por essa cobertura, sempre respeitando as condições/coberturas que o segurado contratou. O foco principal dessa cobertura é zelar pelo imóvel, podendo ser possível a contratação, também, para o conteúdo interno.* O segurado tem direito à indenização do seguro residencial quando ocorre o sinistro de algum dos eventos cobertos na apólice, como, por exemplo, danos causados por incêndio. *Consulte seu corretor para disponibilidades e condições de contratação. Cobertura contra incêndio As coberturas do Seguro Residencial são variadas, são disponibilizadas de acordo com a seguradora e a opção de apólice contratada. É muito importante ressaltar sobre a necessidade de ler as cláusulas do contrato com atenção para saber qual será exatamente a cobertura do seguro. A cobertura contra incêndio, geralmente, abrange a estrutura física do imóvel, podendo, também, incluir alguns imóveis da propriedade: Mobílias*; Eletrônicos*; Eletrodomésticos*; Estrutura física*; Roupas e brinquedos*; Utensílios domésticos*. *Consulte seu corretor para disponibilidades e condições de contratação. Benefícios ao ter um seguro contra incêndio residencial O seguro contra incêndio residencial funciona como uma prevenção, oferecendo indenização e quando necessário serviços e todas as assistências contratadas na apólice. Por isso, investir na segurança da sua casa é fundamental. Veja alguns benefícios: Proteção do imóvel A principal vantagem do seguro é a cobertura de todo o imóvel. Além de garantir um auxílio financeiro, muitas seguradoras oferecem também prestação de serviço para reparos elétricos, entre outros. Segurança e vigilância Em alguns casos de incêndio, os moradores do local precisam se retirar do imóvel, o que pode estimular invasões e outros problemas. Por isso, as seguradoras oferecem o serviço de segurança e vigilância, para assegurar que nada aconteça durante o período de reparo. Reembolso dos bens materiais Além de ficar preocupado com toda a situação causada pelo incêndio, uma das primeiras preocupações para o morador ou inquilino é com seus objetos pessoais e importantes. O bom de ter o seguro residencial com cobertura contra incêndio é que além do seu imóvel, também pode ser contratada cobertura para os bens que estão dentro do imóvel. Pertences que muitas vezes são pequenos, mas valiosos para você. Seguro contra incêndio residencial: valor “Quanto custa um seguro contra incêndio” é uma dúvida muito comum quando se fala dessa contratação. Como qualquer serviço mais personalizado, é certo que a precificação muda de acordo com cada contratação, mas alguns pontos são levados em consideração, como: Modelo do imóvel (casa ou apartamento); Localização do imóvel; Coberturas e capitais contratados; Preço do metro quadrado da construção; Qual o tipo de construção (por exemplo: madeira, tijolo ou alvenaria); Dentre outras características. Quem paga pelo seguro contra incêndio? Segundo a lei do inquilinato nº 8.245 de 1991, em seu Art.22, o locador tem a obrigação de pagar o seguro contra incêndio, mas com cobertura apenas para o apartamento. Quando se trata de uma contratação para atender às exigências de um contrato de locação, vale o que estiver definido em contrato. A apólice de seguro pode ser custeada integralmente pelo locatário, sendo, inclusive, possível a contratação de capitais separados para cobertura da construção e do conteúdo interno. Todas as coberturas contratadas, bem como seus capitais, devem estar todos definidos na apólice, de forma clara, para que não haja nenhum problema futuro. Esse é um dos seguros mais importantes para quem aluga imóveis, já que muitos sinistros residenciais - incêndio é um exemplo -, além de imprevisíveis, muitas vezes podem causar até mesmo a perda total do imóvel. Dicas para proteger o seu lar? Conte com a Executiva Corretora de seguros Agora que você já entendeu e sabe da importância de proteger o seu patrimônio, que tal realizar uma cotação de seguro incêndio hoje mesmo com um dos nossos corretores? Temos certeza que encontraremos o seguro mais adequado às suas necessidades e condições financeiras. Entre em contato e saiba mais!

Contratar um seguro contra incêndio faz parte daquele universo de ações preventivas que tomamos para evitar prejuízos no futuro. Essa proteção contra incêndio nada mais é do que a cobertura base do Seguro Residencial.  Essa cobertura funciona para garantir que os danos causados  por esse tipo de ocorrência possam ser ressarcidos. Entenda como funciona o […]

Seguro de vida para funcionários: conheça as vantagens

Você já ouviu falar sobre seguro de vida? E seguro de vida para funcionários? Quando estamos procurando emprego, existem tópicos que chamam atenção na hora de se candidatar para a vaga, um desses tópicos se refere aos benefícios que a empresa oferece, dentre eles, o seguro de vida para o funcionário. O que já podemos ver de imediato é que este benefício acaba sendo algo positivo para os dois lados, ou seja, para a empresa e para o funcionário. De primeira, falar sobre seguro de vida, pode até assustar quem não entende muito bem sobre o funcionamento deste produto e qual o objetivo desse benefício. Por isso mesmo que vamos te contar e esclarecer o máximo possível. Do início, o que é o seguro de vida? Existem muitas modalidades de seguro de vida, como o seguro de vida individual, empresarial ou seguro de vida que visa proteção familiar. O seguro de vida empresarial, nada mais é do que uma contratação feita por empresas para proteção dos seus funcionários. Para algumas categorias profissionais, inclusive, a contratação de seguro de vida está prevista na Convenção Coletiva. Neste contrato, a Seguradora fará o repasse de indenizações para os beneficiários estipulados na apólice, sempre respeitando as condições contratuais. Como funciona o seguro de vida para funcionários e quem pode contratar? No seguro de vida para funcionários algumas informações precisam ser avaliadas. Por exemplo, como já mencionado acima, caso a categoria possua Convenção Coletiva e nela esteja prevista a contratação de apólice de Seguro de Vida, a própria convenção já aponta as coberturas e capitais que devem ser contratados. Além disso, para realizar a contratação, é necessário ser considerado o risco do ramo de atividade no qual a empresa atua e as atividades que os funcionários desempenham. Os limites mínimo e máximo de vidas que podem ser incluídas nas apólices, são definidos pelas seguradoras, havendo uma boa flexibilização para atender empresas de variados tamanhos. Os limites mínimo e máximo de idade e vidas que podem ser incluídas no contrato de seguro de vida empresarial, costumam variar em relação ao plano escolhido para contratação e variam, também, de seguradora para seguradora. O mais indicado é se informar diretamente com um corretor de seguros. Vale ressaltar que essa é uma opção de seguro que permite algumas personalizações, salvo as coberturas obrigatórias - como Morte, por exemplo. Para algumas opções de Seguro de Vida empresarial, a empresa pode incluir benefícios, como cobertura para familiares do funcionário, por exemplo. Para o pagamento desse seguro,, existem possíveis formas: Contributário: os funcionários são responsáveis pelo pagamento de parte do seguro ou na sua totalidade ; Não contributário: a empresa é 100% responsável pelo pagamento; De qualquer maneira, independentemente de qual modalidade e forma de pagamento, a empresa é sempre a responsável pela contratação, enquanto os colaboradores serão os segurados da apólice. O plano de seguro de vida para funcionários pode ser contratado por inúmeros tipos de empresa e segmentos. O melhor é consultar um corretor para confirmar se há aceitação para um segmento específico.Principais coberturas do seguro de vida para funcionários O Seguro de Vida empresarial pode ser, como já mencionado, ampliado e fornecer proteção aos colaboradores e seus familiares. Entre as coberturas mais comuns, além de morte, estão: Assistência ou auxílio funeral; Invalidez total ou parcial por doença; Invalidez total ou parcial por acidente; Seguro de vida prestamista; Coberturas adicionais. Seguro de vida para funcionários: quais profissões são obrigatórias? Mesmo sendo um benefício de atração para muitos profissionais, ainda não existe nenhuma lei que obrigue as empresas a oferecerem o seguro de vida para seus funcionários, mas existem algumas categorias profissionais nas quais são obrigadas a oferecer por conta de regras sindicais e convenções coletivas. As categorias profissionais nas quais o seguro de vida para funcionário é obrigatório são: Construção civil; Bares e restaurantes; Condomínios; Setor de hotelaria; Postos de combustíveis; Prestadores de serviço; Padarias; Despachantes; Indústrias têxteis; Comércio varejista de alimentos; Indústrias de panificação e confeitaria, etc. Leia mais sobre: Seguro de vida para estagiário Vantagens de um seguro de vida para funcionários Como falamos lá no começo, o seguro de vida para funcionários é benéfico para os dois lados. A vantagem mais direta que podemos perceber é a sensação que o trabalhador tem de estar sendo valorizado pela empresa e de possuir uma segurança maior e, com isso, há um aumento de produtividade na empresa por sentir confiança no seu local de trabalho. Além disso, existem outras séries de possíveis benefícios, como: Aumento da fidelidade do trabalhador à empresa; Motivação para os colaboradores, já que eles e seus familiares estão amparados; Diminuição do índice de rotatividade de funcionários; Diferencial competitivo para a empresa frente à outras concorrentes do mercado; - Vantagens fiscais para a empresa no pagamento de Imposto de Renda. Conheça a Executiva Escolher um seguro de vida para seus funcionários pode não ser uma tarefa fácil, pois há muitos detalhes e são necessárias análises para achar o plano que melhor se encaixa, mas vale a pena. A Executiva está no mercado para ajudar pessoas e empresas a selecionar a opção que melhor se adeque às suas necessidades. Aqui, nossos consultores oferecem todo o suporte necessário para esclarecimentos, simulação e contratação. Entre em contato e faça hoje mesmo a sua simulação sem precisar sair de casa!

Você já ouviu falar sobre seguro de vida? E seguro de vida para funcionários? Quando estamos procurando emprego, existem tópicos que chamam atenção na hora de se candidatar para a vaga, um desses tópicos se refere aos benefícios que a empresa oferece, dentre eles, o seguro de vida para o funcionário. O que já podemos […]

Franquia de seguro: como funciona?

Quem já pesquisou sobre seguros, seja de carros, residencial, de vida ou várias outras modalidades, já ouviu falar sobre a franquia de seguro. Entender mais sobre esse termo é muito importante para quem procura um seguro, portanto, saiba neste texto o que significa franquia de seguro e o que faz na apólice. O que é franquia de seguro? A franquia de seguro se refere a um valor em dinheiro, pré-estabelecido no ato da contratação, que o segurado precisa desembolsar quando ocorrem alguns sinistros. Esse valor deve ser pago para a oficina que realizará o serviço de reparo, portanto, a seguradora não receberá esse dinheiro. Por isso, se durante a contratação de um seguro surgir dúvidas sobre franquia do seguro, quem paga, já saiba que esse é um custo arcado pelo contratante do seguro. A franquia existe em várias modalidades de seguros. Em casos como, por exemplo, o seguro auto, ela só é cobrada em casos em que o segurado foi o responsável pelo acidente, colisão ou qualquer que tenha sido o sinistro. A franquia também pode aparecer em algumas opções de seguros como um período de tempo, a partir da data em que ocorreu um sinistro coberto em apólice, onde o segurado não terá direito a receber indenização por aquele evento coberto. Por que existe a franquia? Muitas pessoas podem ficar em dúvida sobre o porquê do segurado ter que pagar a franquia, considerando que já paga o seguro, mas essa medida foi criada para proteger as seguradoras de pessoas má intencionadas que possam provocar danos de forma intencional para receberem a indenização do sinistro. Dessa forma, além das seguradoras se resguardarem, o segurado fica consciente da importância em zelar pelo bem segurado. Leia mais: Cotação seguro auto Como comprar um carro Franquia de seguro: como funciona? Como funciona franquia de seguro, com certeza, é uma das grandes dúvidas de quem está procurando por seguros para contratar. É assim: A franquia de seguro auto só é cobrada em casos nos quais os danos são parciais e os reparos não ultrapassam 75% do valor total do veículo segurado. Em caso de incêndio, roubo, furto, queda de raios e enchentes a franquia de seguro não é cobrada. Sendo assim, o melhor é que a seguradora seja acionada em casos em que o reparo é maior do que a franquia de seguros. Por exemplo, se a franquia for de R$ 2 mil e o conserto do carro ficar em R$ 8 mil, vale a pena acionar, já que a pessoa pagaria R$ 2 mil e a seguradora arcaria com os R$ 6 mil restantes. Nem todas as apólices de seguros possuem franquia. A franquia de seguro de carro, por exemplo, é bastante comum. Diferentes tipos de seguros poderão apresentar a franquia de formas diferentes, por isso é preciso consultar um corretor para verificar e tirar suas dúvidas. O que é seguro com franquia reduzida? Contratar seguros exige entendimento dos termos apresentados no “segurês”. Conhecer bem os termos vai te ajudar não somente a entender melhor os materiais sobre seguros que são encontrados na internet, mas também os contratos e apólices de seguro. Franquia reduzida é um desses termos que surgem neste universo das apólices. Para quem já está acostumado e sabe como funciona a franquia de seguro, parece fácil, mas é preciso que as pessoas entendam bem o seu significado na hora da contratação. Existem três tipos de franquia que podem ser escolhidas para uma apólice de seguro, a reduzida é uma delas. Nessa modalidade, o valor que o segurado irá precisar desembolsar ao acionar o seguro pode ficar até 50% menor, dependendo das condições que a seguradora oferece. Caso escolha por essa opção, o valor do prêmio (termo utilizado para se referir à mensalidade do seguro) será maior. É como uma compensação, a pessoa paga mais pelo seguro, mas em caso de um acidente, arca com um valor menor para a franquia da cobertura. A franquia majorada é uma outra modalidade de franquia e, nesse caso, ocorre o oposto da franquia reduzida. O valor do prêmio é menor, mas o valor pago na franquia, caso tenha que acionar algum sinistro, é maior. Por último, há a franquia normal, que é a padrão e a mais comum entre as cotações. Isso porque nesse tipo, o valor do prêmio e da franquia são os automaticamente definidos pelo resultado da cotação. Confie na Executiva Seguros A Executiva Corretora de Seguros trabalha com total transparência, buscando fornecer tranquilidade para os seus clientes. Está no ramo desde 1982, portanto possui vasta experiência na comercialização de seguros e um amplo leque de opções. Entre em contato com um dos corretores e tire suas dúvidas sobre a franquia de seguro cobrada em suas apólices.

Quem já pesquisou sobre seguros, seja de carros, residencial, de vida ou várias outras modalidades, já ouviu falar sobre a franquia de seguro.  Entender mais sobre esse termo é muito importante para quem procura um seguro, portanto, saiba neste texto o que significa franquia de seguro e o que faz na apólice.  O que é […]

Seguro de vida para jovens: 5 motivos para investir

Quando se fala em seguro de vida, muitos pensam em pessoas adultas ou idosas, mas o seguro de vida para jovens traz diversos benefícios e vantagens. Geralmente, doenças e outras situações ruins não são associadas aos jovens, mas imprevistos podem acontecer a qualquer momento e baixa faixa etária não é garantia de que eles não vão surgir. Conheça 5 motivos para investir em um seguro de vida para jovens. Seguro de vida para jovens: por que investir? É comum ouvir pessoas se questionando sobre qual a necessidade de contratar um seguro de vida para jovens, visto que eles ainda são novos e possuem muita vida pela frente. De um modo geral, isso é verdade. Os jovens possuem toda uma vida pela frente, mas isso não é, infelizmente, uma regra, já que todos corremos o risco de sofrer algum acidente, descobrir uma doença grave ou qualquer outro imprevisto que possa impactar sua vida. Por isso, separamos 5 motivos para contratar um seguro de vida para jovens visando conscientizar as pessoas que ainda pensam que ele não é necessário. Valores mais em conta Por ser considerado que o risco de morte natural de jovens é menor, as parcelas de um seguro de vida destinado para jovens tendem a ser mais baratas, o que provavelmente é um dos pontos mais atrativos para contratação. Quanto mais a pessoa esperar para contratar, maior tende a ser o valor do prêmio mensal face ao capital contratado. Ou seja, a tendência é pagar mais por uma indenização menor. Cobertura em caso de doenças graves Não importa a idade, qualquer pessoa pode ser diagnosticada com uma doença grave, como o câncer, por exemplo. Os tratamentos dessas doenças costumam ser extensos, além de caros, por isso, ter um seguro de vida já contratado é muito importante para esses momentos, pois poderá ser acionado para cobrir os eventuais custos cobertos na apólice. Como não dá para contratar um seguro de vida após o diagnóstico, é preciso se planejar antes. Tranquilidade para os familiares Pessoas jovens, principalmente solteiras, não costumam ser os provedores da família ou responsáveis pelas contas da casa. Sendo assim, a falta do seu salário não afeta o dia a dia da família. Porém, caso sofram algum acidente ou precisem passar por um tratamento, os custos de remédios, hospital, médicos ou qualquer outra questão que esteja relacionada a esse período, pode pesar bastante no bolso da sua família. Por isso, o seguro de vida para jovens é tão importante, já que oferece tranquilidade e cobertura para esses momentos difíceis. Coberturas para familiares Se no ato da contratação o jovem não tinha filhos ou cônjuge, mas depois de um tempo tiver, fique sabendo que muitas apólices oferecem coberturas que podem abranger os familiares, como, por exemplo, no caso de cobertura funeral. Basta procurar a corretora onde fez a contratação, para informar as alterações. Meio de planejar o futuro O seguro de vida pode ser considerado um meio de ‘planejar’ o futuro, o que muitas vezes pode não parecer importante para os jovens. Ter um trabalho, cuidar das suas finanças e decidir contratar um seguro de vida traz bastante segurança a longo prazo para o contratante e seus familiares. Saiba mais: Seguro de vida preços Seguro de vida para idosos Quais as coberturas do seguro de vida para jovens? O seguro de vida costuma ter algumas coberturas fixas e a possibilidade de acrescentar coberturas extras, pagando a mais por elas. Essa possibilidade de personalizar o seguro serve para que as pessoas encontrem um “produto” que case com o seu estilo de vida e necessidades. O seguro de vida que pode ser contratado por um jovem oferece as seguintes coberturas (básicas e extras) para casos de: Morte;* Invalidez por acidente;* Invalidez por doença;* Incapacidade temporária;* Doenças graves;* Auxílio/Assistência funeral;* Despesas médico-hospitalares e odontológicas;* Dentre outras.* *Confirme com seu Corretor de Seguros sobre condições e disponibilidade de contratação. Leia também: Seguro de vida mulher Seguro de vida para jovens é na Executiva! Contar com uma Corretora de Seguros, como a Executiva, faz total diferença no ato da contratação de um seguro de vida para jovens. Os interessados podem contar com profissionais que irão lhe proporcionar um atendimento totalmente consultivo, mostrar todas as opções disponíveis e explicar cada detalhe, sanando todas as dúvidas que possam surgir. Entre em contato e peça uma simulação!

Quando se fala em seguro de vida, muitos pensam em pessoas adultas ou idosas, mas o seguro de vida para jovens traz diversos benefícios e vantagens.  Geralmente, doenças e outras situações ruins não são associadas aos jovens, mas imprevistos podem acontecer a qualquer momento e baixa faixa etária não é garantia de que eles não […]

Seguro auto: 5 dicas para economizar

Ter um carro é o sonho de muita gente, mas pode surgir aquele medo de acontecer algo e não conseguir arcar com o preço. Por isso, existe o seguro auto, que garante cobertura para diversas circunstâncias. Dependendo do modelo e ano de fabricação, o prêmio mensal do seguro pode variar, mas existem maneiras de economizar e, ainda assim, garantir segurança. Confira 5 dicas para economizar na contratação do seguro auto. Seguro auto: como economizar? O seguro auto é contratado com a finalidade de gerar segurança caso aconteça qualquer arranhão, roubo, amassado, furto ou problema mecânico com o veículo, situações cobertas na sua apólice de Seguro Auto. Cada seguradora com opção de seguro auto possui as suas cláusulas e condições, por isso, é importante checá-las antes da contratação. Caso haja ocorrência de um sinistro (evento coberto pelo seguro), a seguradora deve ser acionada. O valor do seguro é definido de acordo com vários critérios, sendo alguns deles: modelo do carro, local de residência do segurado, perfil/idade do motorista principal ou contratante, etc. E, para ter direito às coberturas do seguro, o segurado paga um valor mensal, denominado prêmio. Há meios de conseguir economizar na contratação do seguro auto: Entender a necessidade Com a decisão tomada, é o momento de entender quais coberturas fazem mais sentido. Existem inúmeras coberturas que podem compor a apólice, mas dependendo do perfil do contratante, estilo de vida e uso do carro, nem todas fazem sentido. Por isso, verificar as que mais atendem a necessidade é uma maneira de ajudar a economizar. Fazer pesquisa de preço Fazer uma pesquisa de preço com orçamentos de diferentes seguradoras é muito importante. Se fechar com a primeira que encontrar, poderá pagar mais caro. É necessário analisar com calma, pedir cotações de seguro auto e analisar bem as vantagens oferecidas, o preço e qual está mais alinhada com a necessidade do momento. Comparar as opções de seguro auto pode trazer uma boa economia para o bolso do segurado. Optar por uma boa seguradora Procurar por opções mais baratas é bom, mas também é preciso considerar a reputação da seguradora. Nem sempre, optar pelo mais barato é o melhor caminho, pois o barato pode sair caro se não tiver assistência e atendimento quando precisar. Preencher o formulário com atenção Para determinar o valor do seguro, é comum que as seguradoras peçam para o cliente preencher um formulário onde são solicitados dados como média de quilometragem por mês, qual a finalidade de uso do veículo, se possui garagem em casa, etc. Pode acontecer de, por inúmeros motivos, a pessoa não dar muita atenção sobre a exatidão desses dados e isso pode afetar o preço final. Refletir sobre a franquia Muitas pessoas não sabem o que é franquia reduzida seguro auto e a falta de conhecimento nessa área pode levar a pagar mais caro. A franquia é o valor que o segurado precisa pagar caso ocorra algum dos sinistros cobertos na apólice. Quanto mais alto for esse valor, menores são as parcelas do seguro. Cabe ao segurado refletir e entender qual a melhor opção. Pagar mais no seguro e, em caso de sinistro, gastar um valor menor ou pagar menos, mas caso aconteça alguma coisa, ter que desembolsar um valor maior. Talvez buscar o equilíbrio entre ambos seja um caminho mais viável. Seguro de Automóveis - 10 Itens Indispensáveis | Executiva Corretora de Seguros Como funciona seguro de auto contra terceiros? O seguro auto com cobertura para terceiros se refere a indenização que o seguro paga para cobrir danos que o segurado cause em um carro ou em outras pessoas. Para que essa cobertura seja válida, é preciso que esteja englobada na apólice. Caso o segurado tenha essa cobertura e ocorra o sinistro, é preciso entrar em contato com a seguradora para dar seguimento ao acionamento. O seguro auto para terceiros está dividido em duas categorias: danos materiais, danos morais e danos corporais. Danos materiais É possível que as pessoas se perguntem ‘o que é danos materiais do seguro auto?’. Essa categoria do seguro auto cobre os valores dos danos materiais causados a terceiros. Por exemplo, pode cobrir pintura, troca de porta, etc. E, caso o segurado bata em uma residência, pode entrar como danos materiais.* *Consulte seu corretor de seguros para condições de contratação. Danos corporais Os danos corporais incluem despesas por morte, invalidez, despesas médicas e hospitalares, e perda da capacidade de trabalhar.* Os valores gastos por conta do acidente são reembolsados pela seguradora.* *Consulte seu corretor de seguros para condições de contratação. Danos morais Provavelmente, alguém já se perguntou ‘o que é danos morais do seguro auto?’. Essa cobertura garante cobertura a indenizações de processos por danos morais, caso o segurado insulte a pessoa depois de um acidente.* Se o acidente provocar invalidez ou deformação, a cobertura por danos morais paga indenizações e gastos judiciais.* Leia mais: Seguro de moto Vistoria de veículo O que é cobertura compreensiva no seguro auto? A cobertura compreensiva é a modalidade que permite que o segurado contrate várias coberturas de uma forma mais simplificada. No começo, os seguros de automóveis eram específicos, determinando um seguro para batida ou mesmo seguro para capotagem. Então, caso o segurado quisesse contratar várias coberturas, precisavam fazer muitos documentos, o que não era nada prático. A cobertura compreensiva foi criada para oferecer coberturas para os sinistros mais comuns como colisões, batidas, roubo, etc. Como solicitar cotação seguro auto? É possível solicitar uma cotação seguro auto online diretamente pelos sites das corretoras. Muitas oferecem formulários para serem preenchidos e, então, a pessoa recebe as cotações em seu e-mail ou por outra forma de contato escolhida. Cotação de seguro auto online com a Executiva Seguros Buscando por cotação, seguro auto mais barato e benefícios? A Executiva Seguros possui diversas opções que cabem no bolso de cada cliente. Entre em contato com um dos corretores e solicite mais informações a respeito de planos, valores e esteja seguro para curtir o seu carro!

Ter um carro é o sonho de muita gente, mas pode surgir aquele medo de acontecer algo e não conseguir arcar com o preço. Por isso, existe o seguro auto, que garante cobertura para diversas circunstâncias.  Dependendo do modelo e ano de fabricação, o prêmio mensal do seguro pode variar, mas existem maneiras de economizar […]

Teste de Covid para viagem internacional: o que você precisa saber antes de viajar

Com uma boa parte da população vacinada, as fronteiras já estão abertas para alguns países e os brasileiros estão voltando a viajar para o exterior. Porém, mesmo que a situação já esteja melhor, a pandemia ainda não acabou e cada país tem suas regras, como, por exemplo, fazer o teste de Covid para viagem internacional. Separamos neste texto todas as informações necessárias para conhecimento de quem vai sair do país durante a pandemia. Confira! Teste de Covid para viagem internacional: é obrigatório? A pandemia mudou o modo como agimos no dia a dia e fazemos a maioria das atividades. O que antes era algo simples, como ir a shows lotados, sair com os amigos para um barzinho ou fazer uma viagem, que não gerava nenhum pensamento negativo, hoje nos leva a pensar duas vezes, por medo de contrair o vírus. Mas, com a vacinação já bastante avançada em boa parte do mundo, essas opções de lazer estão voltando às agendas das pessoas, o que inclui as viagens internacionais. Uma viagem internacional exige uma enorme preparação para que seja o mais proveitosa possível. Por isso, é preciso ficar atento às exigências do país de destino, para que não haja nenhum problema no momento do seu embarque ou chegada no destino. Colocar esse ponto na check list viagem ajuda a planejar melhor o seu passeio. Cada país tem as próprias regras As fronteiras estão sendo abertas aos poucos e, como mencionado anteriormente, cada país faz as suas próprias regras para controlar a entrada de viajantes. Para a maioria dos países que estão com fronteiras abertas para brasileiros, o teste de Covid para viagem internacional é uma exigência. Existem alguns tipos diferentes de testes, mas a exigência dos países se divide entre o RT-PCR e de antígeno. Além da exigência do teste, também é estipulado o limite de tempo em que deve ser feito. Há países que exigem testes realizados até 24 horas antes do embarque, outros aceitam 48 horas ou 72 horas antes.. Em alguns países, caso o viajante esteja com a vacinação completa há pelo menos 14 dias, não precisa realizar o teste, basta apresentar o certificado de vacinação. Já outros exigem a vacinação completa, o teste para embarcar, outro teste depois de alguns dias após a chegada ao destino e outro teste para embarcar de volta para casa. Como cada país tem a sua regra, o melhor é que cada viajante cheque as regras do seu país de destino, assim poderá saber sobre exigências de teste de Covid para viagem internacional, se a vacina que tomou é aceita no país e quais as providências precisam ser tomadas para que a sua entrada seja permitida. Exames de Covid: quais as diferenças entre eles? Existem diferentes tipos de teste para detecção do coronavírus e cada um deles tem uma finalidade. Por isso, é importante entender as distinções, para saber qual o teste certo em determinada situação. Os dois testes de Covid para viagem internacional mais comuns são o RT-PCR e o de antígeno. Entenda mais sobre ambos: RT-PCR É o teste considerado padrão ouro para o diagnóstico da Covid-19. O teste RT-PCR identifica o vírus no material colhido do paciente e confirma que ele contraiu o vírus. Deve ser feito na primeira semana de sintomas, que é quando a pessoa ainda está com uma grande quantidade de vírus no corpo. O teste é realizado com análise das amostras da secreção respiratória, que são coletadas no nariz por meio do swab (um equipamento parecido com um cotonete, que tem como finalidade coletar amostras de materiais para testes microbiológicos). O prazo para sair o resultado do exame RT-PCR é de 1 dia. Antígeno Assim como o RT-PCR, o teste de antígeno é feito com amostras coletadas com swab. É indicado para quem está com sintomas da Covid-19, assintomáticos que tiveram contato com alguém que testou positivo e para aqueles que vão viajar ao exterior. Deve ser feito, preferencialmente, até 7 dias após o início dos sintomas. O resultado do teste de antígeno sai no mesmo dia da sua realização. Além dos dois testes mais comuns, alguns outros existem. Entenda mais sobre: Sorológico Diferente dos outros, esse teste detecta se a pessoa já teve contato com o vírus ou já teve a doença de forma assintomática. Isso porque o teste sorológico não detecta o vírus, mas a presença de anticorpos. É realizado com a coleta de sangue do paciente e o prazo costuma ser de 2 a 3 dias. Testes rápidos Os resultados dos testes rápidos saem em apenas alguns minutos. São feitos com poucas gotas de sangue, geralmente coletadas a partir de uma pequena punção na ponta do dedo. A detecção acontece por meio da alteração de cor quando o sangue entra em contato com o material reagente. Por conta do modo como são feitos e a rapidez do resultado, os testes rápidos não são os mais confiáveis e a taxa de falsos negativos é alta. Vai viajar na pandemia? Conte com a Executiva Seguros O seguro viagem com coberturas para saúde sempre foi muito recomendado para quem viaja para fora do país. Muito mais do que oferecer cobertura para atendimento médico, o Seguro Viagem também presta suporte em relação a qualquer imprevisto coberto na sua apólice que aconteça durante a viagem. Em tempos de pandemia, a necessidade de um seguro saúde para viajar é ainda maior. As seguradoras incluíram coberturas relacionadas à Covid-19 nos seguros, portanto, se for viajar, é recomendado a contratação, visto que o contágio dessa doença é alto. Entre em contato com um dos consultores da Executiva Seguros e confira qual é o melhor seguro viagem para você! https://www.youtube.com/watch?v=YQRzgVhvJtM

Com uma boa parte da população vacinada, as fronteiras já estão abertas para alguns países e os brasileiros estão voltando a viajar para o exterior. Porém, mesmo que a situação já esteja melhor, a pandemia ainda não acabou e cada país tem suas regras, como, por exemplo, fazer o teste de Covid para viagem internacional.  […]