fbpx

Seguro celular: o que é importante saber antes de fazer

Seguro celular: o que é importante saber antes de fazer

Com aparelhos cada vez mais modernos e essenciais no dia a dia da maioria das pessoas, a contratação de seguro celular e equipamentos eletrônicos vêm ganhando espaço na rotina da população.

Mas você sabe o que é importante saber antes de fazer o seu? Acompanhe o texto para entender mais sobre o assunto.

Com aparelhos cada vez mais modernos e essenciais no dia a dia da maioria das pessoas, a contratação de seguro celular e equipamentos eletrônicos vêm ganhando espaço na rotina da população. Mas você sabe o que é importante saber antes de fazer o seu? Acompanhe o texto para entender mais sobre o assunto. Seguro celular: o que é? Quando pensamos em comprar um celular, vários pontos devem ser considerados: duração da bateria, qualidade da câmera, preço versus benefícios, entre outros aspectos. Porém, muitas pessoas acabam esquecendo ou até mesmo abrindo mão de um dos pontos mais importantes após a compra de um aparelho celular: o seguro celular. Assim como um seguro de carro ou um seguro viagem, o seguro para celular é um acordo feito entre o segurado e a seguradora. Cobrado um valor mensal, a seguradora irá assumir parte dos custos, caso algo aconteça com o aparelho celular. O pagamento desse seguro, além de poder ser parcelado, também pode ser feito de forma integral, referente ao período de cobertura contratada. Ah, e é importante lembrar que o seguro celular não é a mesma coisa que garantia estendida. A garantia estendida cobre apenas defeitos, pane elétrica ou eventuais falhas, sendo utilizada após a garantia do fabricante expirar, enquanto o seguro celular garante muitas outras coberturas, dentre elas furtos ou roubos. Como funciona o seguro de celular? Com a orientação de um corretor de seguros, e escolha da seguradora, alguns aspectos devem ser levados em conta se você quer saber como fazer um seguro de celular: Modelo do aparelho de celular (o valor do aparelho impacta diretamente a precificação do seguro);* Quais serão as coberturas oferecidas;* Como será feita a indenização, em caso de sinistro. Ou seja, se será dado um aparelho novo ou se você será ressarcido em dinheiro;* Qual será o valor da franquia - também em caso de sinistro;* Se haverá carência para uso do seguro;* Geralmente, o celular deve ter até 12 meses (um ano) de uso e deve possuir nota fiscal.* *Consulte seu corretor para condições de contratação. Seguro de celular: coberturas mais conhecidas Um levantamento da Rádio Bandeirantes feito em 2020, com base em dados da Secretaria da Segurança Pública, mostrou que 300 aparelhos de celular são roubados por dia em São Paulo. Por isso, ter um seguro de celular nunca foi tão importante. Porém, além das coberturas para roubo, também existem outros tipos: Danos elétricos (curtos-circuitos, por exemplo);* Danos físicos, como quedas;* Danos por líquidos (queda acidental na piscina, por exemplo);* Furtos ou roubos (com apresentação de um boletim de ocorrência).* *Consulte seu corretor para condições de contratação. Qual o melhor seguro para celular? O melhor seguro para celular vai variar muito de acordo com as necessidades pessoais do segurado. Por isso, é muito importante contar com a ajuda de um corretor de seguros, que irá te orientar em aspectos que vão além do preço, como a reputação da seguradora, coberturas, valor da franquia (caso você precise acionar o seguro), se há um período de carência, entre outros aspectos. Isso tudo deve ser levado em consideração para que você não tenha nenhuma dúvida na hora de acionar o seu seguro para celular, se necessário. Como acionar o seguro do celular? É certo que ninguém gosta de passar por situações ruins, como ser furtado ou roubado. Porém, ter um seguro celular garante a tranquilidade em meio ao caos desses imprevistos. Por isso, é importante saber como acionar as assistências e coberturas do seu seguro celular, caso seja necessário. Para acionar o seguro celular, é simples: entrar em contato com o seu corretor de seguros para solicitar suporte na abertura do seu atendimento. Caso não esteja em horário comercial, ou não consiga contato com o seu corretor, basta procurar o telefone da seguradora ou até mesmo entrar em seu site - atualmente, muitas já possuem chat 24 horas. Em casos de roubo ou furto qualificado é necessário registrar o Boletim de Ocorrência (BO) antes de acionar a seguradora. Também será necessário realizar o pagamento da franquia, prevista em apólice - esse valor é referente a 25% do valor do seu aparelho, geralmente. A seguradora pode fazer a indenização em dinheiro ou dando um novo aparelho - igual ou semelhante - ao segurado. Você ainda não tem um seguro de celular? Entre em contato com um de nossos corretores e solicite uma simulação hoje mesmo!

Seguro celular: o que é?

Quando pensamos em comprar um celular, vários pontos devem ser considerados: duração da bateria, qualidade da câmera, preço versus benefícios, entre outros aspectos. 

Porém, muitas pessoas acabam esquecendo ou até mesmo abrindo mão de um dos pontos mais importantes após a compra de um aparelho celular: o seguro celular

Assim como um seguro de carro ou um seguro viagem, o seguro para celular é um acordo feito entre o segurado e a seguradora. 

Cobrado um valor mensal, a seguradora irá assumir parte dos custos, caso algo aconteça com o aparelho celular. O pagamento desse seguro, além de poder ser parcelado, também pode ser feito de forma integral, referente ao período de cobertura contratada. 

Ah, e é importante lembrar que o seguro celular não é a mesma coisa que garantia estendida. 

A garantia estendida cobre apenas defeitos, pane elétrica ou eventuais falhas, sendo utilizada após a garantia do fabricante expirar, enquanto o seguro garante muitas outras coberturas, dentre elas furtos ou roubos. 

Como funciona o seguro de celular?

Com a orientação de um corretor de seguros, e escolha da seguradora, alguns aspectos devem ser levados em conta se você quer saber como fazer um seguro de celular:

  • Modelo do aparelho de celular (o valor do aparelho impacta diretamente a precificação do seguro);*
  • Quais serão as coberturas oferecidas;*
  • Como será feita a indenização, em caso de sinistro. Ou seja, se será dado um aparelho novo ou se você será ressarcido em dinheiro;*
  • Qual será o valor da franquia – também em caso de sinistro;*
  • Se haverá carência para uso do seguro;*
  • Geralmente, o celular deve ter até 12 meses (um ano) de uso e deve possuir nota fiscal.*

*Consulte seu corretor para condições de contratação.

Seguro de celular: coberturas mais conhecidas

Um levantamento da Rádio Bandeirantes feito em 2020, com base em dados da Secretaria da Segurança Pública, mostrou que 300 aparelhos de celular são roubados por dia em São Paulo. Por isso, ter um seguro para o seu aparelho nunca foi tão importante. 

Porém, além das coberturas para roubo, também existem outros tipos:

  • Danos elétricos (curtos-circuitos, por exemplo);*
  • Danos físicos, como quedas;*
  • Danos por líquidos (queda acidental na piscina, por exemplo);*
  • Furtos ou roubos (com apresentação de um boletim de ocorrência).*

*Consulte seu corretor para condições de contratação.

Qual o melhor seguro para celular?

O melhor seguro para celular vai variar muito de acordo com as necessidades pessoais do segurado. 

Por isso, é muito importante contar com a ajuda de um corretor de seguros, que irá te orientar em aspectos que vão além do preço, como a reputação da seguradora, coberturas, valor da franquia (caso você precise acionar o seguro), se há um período de carência, entre outros aspectos.

Isso tudo deve ser levado em consideração para que você não tenha nenhuma dúvida na hora de acionar o seu seguro para celular, se necessário. 

Como acionar o seguro do celular?

É certo que ninguém gosta de passar por situações ruins, como ser furtado ou roubado. Porém, ter um seguro celular garante a tranquilidade em meio ao caos desses imprevistos.

Por isso, é importante saber como acionar as assistências e coberturas do seu seguro, caso seja necessário.

Para acionar, é simples: entrar em contato com o seu corretor de seguros para solicitar suporte na abertura do seu atendimento. Caso não esteja em horário comercial, ou não consiga contato com o seu corretor, basta procurar o telefone da seguradora ou até mesmo entrar em seu site – atualmente, muitas já possuem chat 24 horas.

Em casos de roubo ou furto qualificado é necessário registrar o Boletim de Ocorrência (BO) antes de acionar a seguradora. 

Também será necessário realizar o pagamento da franquia, prevista em apólice – esse valor é referente a 25% do valor do seu aparelho, geralmente.

A seguradora pode fazer a indenização em dinheiro ou dando um novo aparelho – igual ou semelhante – ao segurado. 

Você ainda não tem um seguro de celular? Entre em contato com um de nossos corretores e solicite uma simulação hoje mesmo! 

Leia também: o que é seguro de vida?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *